domingo, 16 de junho de 2013

desespero

Entro em desespero de cada vez que estamos mal, eu choro com medo de te perder e isso tornou-se uma constante, uma rapariga forte como eu que nunca chora, agora ve-se a chorar todos os dias por ti, choro sem me controlar e a escrever isto volto a chorar incontrolavelmente! Já não controlo as minhas lágrimas por ti, sou sensivel aos nossos problemas que, neste momento, tem sido quase diários e deixam todos os dias de coração dorido e triste, o brilho do meu sorriso, os meus dias alegre e tudo o que tem cor e vida em mim desaparecer por estarmos mal. sinto vontade de desistir de nos, estou farta dos problemas, mas não consigo faze-lo...

1 comentário: