quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Recordo-te

Sei que pode passar muito tempo, bastante até mas tu ainda vais estar presente, vou ouvir o teu nome, ver alguém com os teus traços físicos ou mentais parecidos com os teus e vou sempre lembrar de ti porque és uma ferida por sarar, uma falha numa rocha que por mais que o mar tente apagar, não vai conseguir. Sei que não gosto de ti mas não te esqueci. Fezes bem e mal. Ter lutas e paz. Ser tranquila e irritadiça. Ainda penso em como podes tu mexer tanto comigo e fazer de mim o que queres. Como consegues tu ainda com poucas e meras palavras banais fazer-me bater contra paredes ou fazer-me rir? Não é amor e nunca mais voltará a ser. Sinto necessidade de me afastar mas tu fazes questão de me aproximar e puxas a minha atenção para ti. Sei que todas as questões que ainda tenho, ficarão por responder e sabes porquê? Porque tanto tu como eu não temos respostas… Eu amei-te, definitivamente amei-te…

5 comentários:

  1. muito bonito, mas estamos a falar de??
    r: obrigada doce *-*
    a sério? tu tens cá um azar princesa :c

    ResponderEliminar
  2. Venho divulgar o passatempo que está a decorrer no meu blog, se quiseres participar: MEGA GIVEAWAY

    obrigada :)

    ResponderEliminar